ATUALIZADO EM 17/08/2017

Amop e Oeste em Desenvolvimento debatem criação de Lei de Inovação

Representantes de duas das mais importantes instituições da sociedade organizada da região Oeste do Paraná, a Amop (Associação dos Municípios do Oeste do Paraná) e o programa Oeste em Desenvolvimento, debateram na tarde desta terça-feira (15), em Cascavel, a criação de uma Lei de Inovação para ser u


    

Leonardo

Rui castro



Representantes de duas das mais importantes instituições da sociedade organizada da região Oeste do Paraná, a Amop (Associação dos Municípios do Oeste do Paraná) e o programa Oeste em Desenvolvimento, debateram na tarde desta terça-feira (15), em Cascavel, a criação de uma Lei de Inovação para ser utilizada pelo conjunto de 52 municípios do Oeste do Paraná.

Essa lei utiliza como base a Lei Federal 123/2006, a Lei da Microempresa, que possui um capítulo especial de estímulo à inovação. Para tal fizeram-se presentes, o prefeito de Capitão Leônidas Marques, Claudio Quadri e o advogado Jurandir Ricardo Parzianello Junior, assessor jurídico da Amop, entre outras autoridades.

Eles alinharam as bases jurídicas para a criação da lei de inovação, que une essas e outras entidades, para posterior disponibilização a todos os municípios da região. "A inovação tecnológica veio para ficar e precisamos acompanhar esse movimento mundial e internalizar essa cultura no âmbito dos municípios", diz o prefeito marquesiense.

"Nosso papel é garantir segurança jurídica aos mecanismos de incentivo à inovação tecnológica, no âmbito dos municípios, possuindo grande importância para o futuro à modelagem de uma política pública especial que estimule a inovação", afirma Parzianello.


Imaginado por: GNT Criativa